Blog

No blog do Grupo Vila, confira textos sobre como lidar com o luto, histórias inspiradoras e muito mais.

banner_site_mobile_1200x560px

Criado em
em Corporativo

Parque da Passagem é o primeiro cemitério do RN a adotar sistema de energia solar

Ideias e ações que contribuem com a redução de impactos ambientais, tem sido pauta há décadas em todo o mundo. Governos, empresas, escolas e a sociedade em geral, são incentivados a discutir o tema e inserir em seus processos as soluções necessárias para contribuir com o planeta.

Recentemente, o cemitério Parque da Passagem, em Extremoz-RN, que pertence ao Grupo Vila, foi o primeiro no estado a adotar o sistema de energia solar. Além de ser uma das mais limpas da natureza, a energia produzida pelo sol é confiável, inesgotável e gratuita.

Para o diretor do Grupo, o empresário Eduardo Vila, o projeto pioneiro e inovador está alinhado à tendência mundial, que é consumir de maneira consciente. “A sustentabilidade ambiental é uma das missões adotadas pela nossa empresa. Por isso, sempre buscamos formas inovadoras e atuais para contribuir com a preservação do meio ambiente. Contar com a geração de energia solar em um de nossos cemitérios, além de gerar economia para empresa, minimiza o impacto ambiental gerado pelas mais diversas atividades que realizamos”, revela.  

O sistema utilizado no local possui 204 placas fotovoltaicas e potência instalada superior a 66kWp. A estimativa é que o sistema venha a gerar uma economia média de 8,43 toneladas de Gás Carbônico (CO2), responsável pelo efeito estufa. A nível de comparação, seria como plantar 500 árvores por ano. Além disso, a energia gerada a partir do funcionamento do novo sistema poderá ser utilizada por outras empresas que formam o Grupo, como o cemitério Morada da Paz, em Parnamirim-RN. Isto porque a energia produzida no Parque da Passagem pode ser superior ao que é gasto na unidade.

O Grupo Vila investiu cerca de R$ 260 mil, viabilizado por meio de um financiamento do Banco do Nordeste (BNB), que dispõe de uma linha de crédito específica para facilitar ações de sustentabilidade na região. A estimativa é que dentro de cinco anos o valor investido seja recuperado. Um critério exigido no financiamento do BNB é que na implantação dos projetos, parte dos produtos utilizados seja de origem nacional. Ou seja, além do compromisso com o meio ambiente, o projeto do Parque da Passagem valoriza a indústria brasileira.

Fique ligado! Agora você pode pagar o seu boleto do Grupo Vila em qualquer agência bancária.Saiba mais
+