Blog

No blog do Grupo Vila, confira textos sobre como lidar com o luto, histórias inspiradoras e muito mais.

gvmkt04

Criado em
em Cremação

Busca por cremação cresce em Pernambuco

Apesar de ser considerado um dos processos mais antigos praticados pelo homem, a
cremação tem encontrado no século XXI seu período de maior expansão no mundo.
Nos países mais desenvolvidos a prática é cada vez mais aceita pela população. Nos
Estados Unidos, por exemplo, a preferência por essa opção chega a 41%. Na Europa,
em países como Suíça e Inglaterra, esse percentual sobe para 80%. E é no Japão
onde se registra o maior índice de cremações: 99%.

Com um conceito mais atual e inovador, a prática tem se difundido em diversos
países. Entre eles, o Brasil, onde o crescimento tem sido expressivo. Até a década de
1990, só existia um crematório no país, situado no estado de São Paulo. Hoje, são
cerca de 50 crematórios espalhados por todas as regiões do país, entre eles, o
Cemitério e Crematório Morada da Paz, em Paulista, Região Metropolitana do Recife.
Seguindo a tendência mundial, o estado de Pernambuco tem registrado uma procura
crescente pelo serviço.

No cemitério Morada da Paz, administrado pelo Grupo Vila, a procura pela cremação
tem sido expressiva. Entre os anos de 2010 (primeiro ano de comercialização e
operação do crematório) e 2015, o número de cremações teve um aumento expressivo
de 81%. A tendência é que, com o conhecimento dos diferenciais da cremação entre
os recifenses, esse número cresça ainda mais nos próximos anos.

PESQUISA – Em recente pesquisa realizada pela empresa Consult na capital
pernambucana, a pedido do Grupo Vila, foi observado que, quando o assunto é
cremação, 42,3% dos entrevistados afirmaram ser a favor. Para essas pessoas, o
principal motivo é a praticidade (16,5%), seguido da higiene (10,6%). Além disso,
51,3% dos recifenses cremariam alguém que amam.

O que fazer em caso de morte

O Grupo Vila está pronto para te ajudar. Tire todas as suas dúvidas e saiba o que fazer em caso de morte de um ente querido.

Lidando com o luto de um colega de trabalho

28 de novembro de 2017

a1

Suicídio: é importante refletir a perda para superá-la

18 de setembro de 2017

casal-idosos5-800x420

Dia dos Namorados: viúvos contam como superaram a perda do cônjuge e voltaram a amar

12 de junho de 2017

etiqueta

Confira algumas dicas de etiqueta em situações de Luto

16 de setembro de 2016